Avenida Sapopemba

Uma breve descrição sobre a maior avenida de São Paulo. Fonte de inspiração para o nosso Portal.

Desde o século 19, quando se chamava estrada e ligava chácaras ao centro de São Paulo, até virar avenida, a Sapopemba sempre foi protagonista da zona leste.

A nomenclatura foi alterada em junho de 1954 após sanção do então prefeito Jânio Quadros (1917-1992), que dissera considerar “absurdo” denominar a via como estrada, considerando sua importância para o resto da cidade.

A alteração transformou a Sapopemba em recordista imediatamente: é a maior de São Paulo e segunda avenida mais extensa do país.

Considerando a parte em que a via entra na cidade de Mauá, volta a ser estrada e serpenteia por mais 19 quilômetros até terminar em uma praça no município de Ribeirão Pires, tem 45 quilômetros. Só perde para a avenida Brasil, no Rio de Janeiro, com 58 quilômetros.

A mudança de status atraiu negócios novos para a avenida nas décadas seguintes, dando início à modernização.

A via, cujo nome deriva de uma árvore comum na região, a sapopema, passou a dar espaço a novas demandas.

Com a chegada do monotrilho, espera-se “que o transporte ganhe qualidade e que a região seja observada com novos olhos”.

As atividades comerciais que dependem de quem usa o transporte coletivo e atualmente pega ônibus, como padarias e pequenos estabelecimentos, por exemplo, deverão se reorganizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *